TRATADO DE

MEDICINA
ENDOCANABINOIDE

Reconhecido por prestigiados Cientistas e Médicos Internacionais como o manual mais rigoroso, aprofundado e atualizado neste domínio.

Estoque Limitado | Envio Para Todo o Brasil

O manual completo sobre os principais aspectos do Sistema Endocanabinoide e do uso medicinal da cannabis. Escrito para atender especificamente às necessidades clínicas dos Profissionais da área Médica.

Estoque Limitado | Envio Para Todo o Brasil | Desconto de Lançamento

O Tratado de Medicina Endocanbinoide é para acadêmicos de Medicina e Médicos de qualquer especialidade e área de atuação que desejam ampliar seu conhecimento científico e arsenal terapêutico, em prol dos seus pacientes e do seu crescimento profissional.

Estamos diante de um caminho sem volta na Medicina

A produção de pesquisas sobre os derivados canabinoides aumentou exponencialmente desde a descoberta do Sistema Endocanabinoide (em especial, nos últimos 20 anos).

Atualmente, existem aproximadamente 35 mil artigos científicos no PubMed quando se pesquisa o termo “cannabinoids”.

Isso cria um desafio enorme para os Médicos que desejam ter um posicionamento realmente crítico nesse campo saturado de estudos, vieses e estigmas infundados.

Mas, que ao mesmo tempo é um campo promissor para o alívio do sofrimento e melhora da qualidade de vida de pacientes portadores de transtornos crônicos, refratários e incapacitantes.

Ou seja, se você deseja mergulhar fundo nessa ciência, para prescrever derivados canabinoides com segurança e eficácia, você precisará:

1. Explorar esses milhares de artigos científicos já publicados;
2. Fazer uma curadoria técnica minuciosa desses artigos para identificar quais são de melhor qualidade metodológica e nível de confiança da evidência reportada;
3. Ler as centenas de publicações selecionadas com calma e análise crítica, conferindo também as referências cruzadas de outros artigos;
4. Sintetizar e organizar as principais conclusões para não se perder no meio de uma avalanche de informações técnicas;
5. Compilar os principais achados, “ligando os pontos” entre um artigo e outro, para alcançar um conhecimento confiável e organizado;
6. Construir uma sequência lógica de aprendizado desde os fundamentos do Sistema Endocanabinoide, passando pela botânica da planta e os aspectos farmacológicos da cannabis como medicamento.

Mesmo depois dessa ardilosa tarefa hercúlea, ainda assim faltaria acessar a ampla experiência prática de profissionais que estão acompanhando milhares de pacientes em uso regular de cannabis medicinal há dezenas de anos.

Em outras palavras: a construção de diretrizes práticas para as estratégias prescritivas ficaria comprometida mesmo encontrando e analisando excelentes publicações científicas.

Mas, a maior parte dos profissionais não têm tempo, nem disponibilidade para todo esse processo.

O Tratado de Medicina Endocanabinoide é um acesso rápido aos principais fundamentos e diretrizes prescritivas na Medicina Endocanabinoide, para facilitar e agilizar seu aprendizado e crescimento profissional.

O Tratado de Medicina Endocanabinoide é para você que precisa:

Acessar um conhecimento 100% baseado em evidências científicas: não apenas teórico, mas também prático;

Organizado de maneira didática para diferentes níveis de aprendizado (básico, intermediário e avançado);

Descobrir o que é o Sistema Endocanabinoide e o impacto desse conhecimento para a comunidade Médica e científica;

Aprender a utilizar com segurança e eficácia os derivados canabinoides em diversos transtornos crônicos, refratários e incapacitantes.

Seja você acadêmico de Medicina, Médico no início de carreira, ou Médico especialista com décadas de experiência, você estará na vanguarda dessa ciência com a leitura do Tratado de Medicina Endocanabinoide. Garanta o seu exemplar em condição única de desconto. Atenção: o desconto de lançamento é exclusivo para os últimos exemplares da primeira tiragem da obra.

Estoque Limitado | Envio Para Todo o Brasil | Desconto de Lançamento

Acesse um conhecimento técnico, atualizado e minuciosamente estruturado

O Tratado de Medicina Endocanabinoide é o resultado do esforço combinado de centenas de pesquisadores ao redor do mundo, resumidos em uma obra acadêmica com associações lógicas e claras entre diversos assuntos. 

As informações técnicas partilhadas são 100% imparciais, os autores não têm nenhum vínculo com empresas de produtos à base de cannabis.

• Linguagem técnica e ao mesmo tempo didática;

• Conteúdo vasto e assertivo para qualquer especialidade médica;

• Compilado robusto de mais de dois mil artigos científicos;

• Baseado em evidências científicas e ampla experiência prática.

Estoque Limitado | Envio Para Todo o Brasil

Todas as informações encaixadas perfeitamente para simplificar seus estudos e sua prática clínica

O que você encontra dentro do Tratado de Medicina Endocanabinoide?

Apesar da sua natureza enciclopédica, o Tratado de Medicina Endocanabinoide é extremamente acessível e agradável, com uma diagramação elegante e imagens e gráficos que dão vida ao texto.

*Todos os capítulos possuem uma listagem das principais referências com QrCodes, que direcionam diretamente para as publicações científicas. Esse é um mecanismo inteligente para proporcionar uma experiência dinâmica de aprendizado e manter o leitor atualizado nesta promissora área da ciência em rápida evolução.

  • O Capítulo 1 é uma incursão na linha do tempo, desde os primeiros relatos históricos do uso da cannabis para fins medicinais, passando pelo processo de proibição do uso da planta, até as descobertas científicas que desvendaram o Sistema Endocanabinoide (SEC) e esta nova fronteira da Medicina.
  • O Capítulo 2 aborda os aspectos técnicos da planta, diferentes quimiovariantes, os principais métodos de cultivo e em detalhes, as propriedades medicinais dos principais agentes químicos da planta (fitocanabinoides e terpenos).
  • O Capítulo 3 descreve as diferentes ações das substâncias canabinoides no SEC, bem como uma descrição detalhada do papel do SEC na maioria dos demais sistemas fisiológicos – o que é essencial para entender por que o Sistema Endocanabinoide é um alvo terapêutico tão promissor no manejo de uma ampla gama de patologias.
  • O Capítulo 4 apresenta considerações práticas importantes para as estratégias prescritivas, incluindo: tipos de extratos e preparações, aspectos farmacocinéticos e farmacodinâmicos dos canabinoides, vias de administração, metabolismo, interações medicamentosas, efeitos adversos e tolerância.
  • O Capítulo 5 oferece uma visão abrangente e assertiva da regulamentação da cannabis medicinal em todo o mundo, desde a América Latina e Europa até os Estados Unidos, Canadá e Austrália.
  • O Capítulo 6 explica como escolher um produto à base de cannabis qualificado, detalha as diretrizes prescritivas e as recomendações na abordagem médico-paciente.
  • E no Capítulo 7, os autores contextualizam o papel do SEC e o potencial terapêutico dos medicamentos derivados da cannabis em mais de 30 patologias e condições clínicas diferentes, incluindo as mais recentes evidências clínicas disponíveis. Ao todo, 1178 referências bibliográficas são esmiuçadas apenas nesse capítulo, para atualizar o leitor do potencial terapêutico dos derivados canabinoides em múltiplos cenários clínicos.

Mais depoimentos sobre o Tratado de Medicina Endocanabinoide

Garanta o seu exemplar nessa 1º Edição histórica, em condição única de desconto.  Atenção: o estoque é limitado e o desconto de lançamento é exclusivo para os últimos exemplares da primeira tiragem da obra.

Acesso fácil e rápido à teoria e prática em um só lugar

O Tratado de Medicina Endocanabinoide aborda o papel do SEC e o potencial terapêutico dos medicamentos derivados canabinoides em mais de 30 patologias e condições clínicas.

Dor Crônica
Enxaqueca
Epilepsia
Demência de Alzheimer (DA)
Doença de Parkinson (DP)
Doença de Huntington (DH)
Esclerose Múltipla (EM)
Síndrome de Tourette
Distúrbios distônicos do movimento
Transtorno do Espectro Autista
Transtornos de ansiedade
Transtorno de estresse pós-traumático (TEPT)
Depressão
Transtorno obsessivo-compulsivo (TOC)
Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH)
Transtornos alimentares (TA)
Esquizofrenia e psicoses
Transtorno por uso de substâncias (TUS)
Dependência química
Insônia e distúrbios do sono
Doença inflamatória intestinal (DII)
Síndrome do intestino irritável (SII)
Doenças reumáticas
AVC
Encefalopatia hipóxico-isquêmica (EHI) neonatal
Traumatismo cranioencefálico (TCE)
Traumatismo raquimedular (TRM)
Glaucoma
Distúrbios dermatológicos
Doenças respiratórias
Distúrbios metabólicos
Condições ginecológicas
Cuidados paliativos
Potencial anticancerígeno

Entenda os diferenciais do Tratado de Medicina Endocanabinoide

Linguagem técnica e didática totalmente voltada para profissionais da área Médica e apropriada para diferentes níveis de aprendizado;

Aplicabilidade prática, tradução de um conhecimento complexo e abrangente para o dia a dia da prática médica;

Conteúdo 100% embasado em evidências, compilando mais de 2.000 referências científicas na área;

Leitura 100% acessível em português, incluindo todas as imagens e gráficos, que foram integralmente traduzidos para o português.

Conheça os Autores

Dra. Patricia Montagner

Uma das maiores referências nacionais da Medicina Endocanabinoide.

Graduada em Medicina pela Universidade Federal de Santa Catarina, especialista em Neurocirurgia pela Sociedade Brasileira de Neurocirurgia, certificada pelo World Institute of Pain (WIP) em procedimentos minimamente invasivos em dor (Fellow of Interventional Pain Practice) e diretora técnica da Clínica NeuroVinci, localizada na grande Florianópolis (SC).

Com quase uma década de experiência no assunto, hoje a Dra. Patrícia acompanha cerca de 2.000 pacientes em uso regular de derivados canabinoides.

Co-fundadora da WeCann Academy, centro de formação e educação em Medicina Endocanabinoide, que hoje conta com mais de 2.500 médicos de 15 países e mais de 30 especialidades e áreas de atuação para unir de forma altamente qualificada conhecimento científico e experiência prática na área.

Dr. Adán de Salas Quiroga

Neurocientista com sólida formação no Sistema Endocanabinoide. 

Durante 10 anos, Adán investigou as propriedades terapêuticas dos canabinoides e os seus mecanismos de ação subjacentes em várias condições clínicas no prestigiado laboratório do Prof. Manuel Guzmán e em outras instituições de pesquisa de referência internacional.

Suas investigações resultaram na publicação de dezenas de artigos científicos de alto impacto, um capítulo de livro e dezenas de apresentações em conferências científicas nacionais e internacionais.

Atualmente, Adán oferece educação de alta qualidade a profissionais de saúde e consultoria a empresas do setor da cannabis medicinal. Adán tem licenciatura em Biologia, mestrado em Bioquímica, Biologia Molecular e Biomedicina e um doutorado e pós-doutorado em Neurobiologia pela Universidade Complutense de Madrid.

Mais depoimentos sobre o Tratado de Medicina Endocanabinoide

Tem alguma dúvida?

Entre em contato com o nosso Time de Suporte no WhatsApp pelo botão abaixo, e esclareça todas as suas dúvidas sobre o Tratado de Medicina Endocanabinoide:

Atenção!

Nosso estoque é limitado e o desconto de lançamento é exclusivo para os últimos exemplares da primeira tiragem da obra.

Não somos afiliados, endossados ou parceiros de negócio do Facebook, Instagram, Whatsapp, Linkedin ou Google.

Qualquer dado financeiro presente em nosso site não deve ser considerado como um ganho comum, ganho exato ou promessa de ganho no futuro. Resultados pessoais e do negócio vão depender exclusivamente do trabalho e dedicação individual de cada um, todas as informações dos visitantes, como nome e e-mail, são protegidas e não serão compartilhadas, divulgadas ou vendidas para terceiros. Ao se registrar neste site, o usuário cadastrado receberá outras promoções de cursos e eventos da WeCann Academy e poderá solicitar sua remoção da nossa lista de contatos a qualquer momento.

CNPJ:39.405.784/0001-73
WeCann Academy

WeCann Academy 2022 © Todos os direitos reservados

Harry McIlroy

Médico pós-graduado pelo Institute of Functional Medicine, formação líder em Medicina funcional dos EUA e com vasto treinamento em Osteopatia, ioga e meditação. Sua capacitação em Fitoterapia Tradicional Chinesa o apresentou à terapia canabinoide há mais de 20 anos.

Utiliza seus conhecimentos em Medicina Funcional e sua experiência com plantas medicinais para orientar seus pacientes sobre formas mais eficazes de estimular a capacidade de autocura de cada organismo.

Mara Gordon

Líder mundialmente reconhecida no ecossistema da Medicina Endocanabinoide, TEDx Speaker, fundadora do Octopi Wellness, software onde pacientes podem buscar recomendações de tratamento à base de Cannabis respaldados em dados científicos mais recentes e qualificados.

Seu trabalho pioneiro com a Cannabis medicinal foi recentemente relatado no documentário de Ricki Lake e Abby Epstein, “Weed the People” (disponível no Netflix).

Cadastre-se para registrar seu interesse em ser um expositor ou patrocinador do WeCann Summit 2023:

Preencha seus dados e aguarde o contato de um consultor para dar continuidade à sua solicitação:

Mery Peña

Mery é médica colombiana formada em Medicina na Universidade Nacional da Colômbia e trabalha há 10 anos em Barcelona desenvolvendo sua prática clínica em saúde mental. Trabalhou em cuidados paliativos e geriatria, antes de se juntar à equipe médica na Kalapa Clinic, especializando-se em ajudar pacientes através da cannabis medicinal. Ela é membro da Society of Cannabis Clinicians e a atual secretária da Sociedade Clínica de Endocannabinología da Espanha.

Vincent Maida

Médico formado pela Universidade de Toronto e mestrado pela Escola de Saúde Pública Dalla Lana, Maida atua como consultor em Medicina Paliativa e Tratamento de Feridas no William Osler Health System, em Toronto e também é diretor médico inaugural do Hospice Vaughan.

Um dos especialistas em medicina endocanabinoide mais qualificados do Canadá, com mais de 2 décadas de experiência na defesa dos canabinoides, experiência clínica, educação, pesquisa e publicação, foi o descobridor original do potencial dos canabinoides para tratar doenças tegumentares e de feridas em humanos. Seus primeiros dados foram apresentados na World Union of Wound Healing Societies em Florença, Itália, em 2016. Também publicou os dois primeiros estudos em humanos usando medicamentos tópicos à base de cannabis (TCBM) na literatura revisada por pares em 2017.

Eduardo Faveret

Eduardo Faveret tem uma carreira médica e acadêmica altamente distinta, como fundador e diretor médico do Centros de Epilepsia do Instituto Estadual do Cérebro Paulo Niemeyer e CEPIRIO RIO. Ele concluiu a pós-graduação em Neurologia Pediátrica, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e FIOCRUZ e se especializou em Neurofisiologia Clínica e Epileptologia em Bonn Universität e Bethel Epilepsie Zentrum, na Alemanha. Em 2013, o Dr. Faveret tornou-se um dos primeiros médicos brasileiros a prescrever a cannabis medicinal, tratando posteriormente mais de 3.000 pacientes portadores de diversas doenças em todo o país.

Diego Cruz​

Médico-cirurgião formado pela Universidade de Santiago do Chile, com mestrado em Medicina de Montanha pela Universidade de Insubria, Itália. Diego Cruz presta atendimento médico na Fundação Daya há 6 anos, uma das mais relevantes associações de pacientes de Cannabis Medicinal da América Latina. É um estudioso sobre o uso de fitocanabinoides em cuidados paliativos, dor crônica e do Transtorno do Espectro Autista. Ele tem ampla experiência em congressos nacionais e internacionais e cursos universitários relacionados ao uso médico da Cannabis.

Tina Hoersted

Tina Horsted tem mais de 30 anos de experiência no tratamento de pacientes. Dez anos como enfermeira geral e enfermeira anestesista, e vinte anos como médica especialista em anestesiologia, medicina intensiva e manejo da dor.

Tina Horsted tem treinamento e certificação da SSAI (Sociedade Escandinava de Anestesiologia e Medicina Intensiva) em gerenciamento da dor. Tina trabalhou em hospitais da Dinamarca e como médica sênior tanto na Suécia como na Noruega. Ela ensinou enfermeiros, médicos, chefes de departamentos médicos e deu palestras em diversos cursos e congressos médicos na Dinamarca e no exterior.

Em 2018, Tina Horsted publicou o livro Medical Cannabis- Quality of Life and Pain Relief with Cannabis Medicine da editora Gyldendal l, com um prefácio da então Ministra da Saúde da Dinamarca Ellen Trane Nørby.

Tina Horsted tem atuado como supervisora de pesquisas científicas e educação médica, executando projetos de garantia de qualidade e publicando continuamente artigos científicos. Recentemente, o Horsted Institute, do qual Tina é fundadora, compilou dados de 2016-18 sobre mais de 2.400 pacientes portadores de dor crônica tratados com cannabis medicinal. O artigo será publicado em breve.

Ricardo Ghelman

Pediatria e Onco-Hematologista infantil. Possui mestrado em Anatomia Comparada e doutorado em Medicina na área de Obstetrícia Experimental.

Coordenador do Ambulatório de Antroposofia e Saúde do Setor de Investigação em Doenças Neuromusculares da UNIFESP desde 2012. Ele também foi coordenador do Núcleo de Medicina Antroposófica do Departamento de Obstetrícia da Universidade Federal de São Paulo/Escola Paulista de Medicina de 2007 a 2014. 

Ele é professor assistente e docente convidado em diversos cursos de pós-graduação e especialização em Medicina Antroposófica e Práticas Integrativas. 

Ele também é o coordenador pedagógico do curso de extensão "Semiologia antroposófica" da UNIFESP.

Mark Ware

O Dr. Mark A. Ware MBBS MRCP (Reino Unido) é um médico de família e Professor Associado de Medicina Familiar e Anestesia na Universidade McGill. É Director de Investigação Clínica da Unidade de Gestão da Dor Alan Edwards no Centro de Saúde da Universidade McGill, co-Director da Rede de Investigação da Dor do Quebeque e Director Executivo do Consórcio Canadiano sem fins lucrativos para a Investigação de Canabinóides. Pratica medicina da dor no Hospital Geral de Montreal.

Nos últimos 10 anos, o Dr. Ware deu inúmeras palestras em todo o Canadá sobre a dor para profissionais de saúde e para o público. Ensina medicina da dor e medicina integrativa a estudantes de medicina na McGill e foi recentemente nomeado McGill Teaching Scholar para coordenar o ensino da dor no currículo da faculdade de medicina.

Os principais interesses de investigação do Dr. Ware são a avaliação da segurança e da eficácia dos medicamentos derivados da canábis (canabinóides), estudos de base populacional sobre o impacto da dor na população e terapias complementares na gestão da dor e dos sintomas. A sua investigação é financiada pelo FRSQ, pelo CIHR e pela Fundação Alan e Louise Edwards, bem como por subvenções de empresas farmacêuticas como a AstraZeneca, a Pfizer e a Valeant.

Kristen Muller

A Dra. Kirsten Müller-Vahl, M.D., é professora de psiquiatria no Departamento de Psiquiatria, Psiquiatria Social e Psicoterapia da Faculdade de Medicina de Hannover (MHH), Alemanha. 

Ela é especialista em neurologia e psiquiatria de adultos. Desde 1995, é chefe do departamento ambulatorial de síndrome de Tourette no MHH. De 1997 a 2003, foi bolsista do governo alemão (Dorothea-Erxleben-Stipendium) para pesquisas científicas relacionadas à síndrome de Tourette. De 2012 a 2016, foi vice-presidente da Sociedade Europeia para o estudo da síndrome de Tourette (ESSTS). Ela é presidente da Associação Nacional (ACM) e da Associação Internacional de Medicamentos Canabinoides (IACM), além de ser membro do comitê de peritos em estupefacientes da Agência Federal do Ópio do Instituto Federal de Drogas e Dispositivos Médicos (BfArM).

A Dra. Müller-Vahl foi perita individual no Comitê de Saúde do Bundestag alemão para a audição sobre o projeto de lei que altera a regulamentação sobre estupefacientes, no que diz respeito à comercialização e prescrição de medicamentos adicionais à base de cannabis. Em 2017, ela recebeu o "Prêmio IACM de Investigação Clínica" pelas suas realizações especiais no que diz respeito à reintrodução de cannabis e canabinoides como medicamentos.

Ela é a principal investigadora em numerosos estudos financiados pela DFG, BMBF, UE e indústria, incluindo medicamentos à base de cannabis e moduladores de canabinoides. A Dra. Müller-Vahl tem mais de 160 artigos científicos e numerosos capítulos de livros, sendo também co-editora do trabalho padrão sobre cannabis como medicamento: Müller-Vahl KR, Grotenhermen F (Hrg). Cannabis als Medizin, Berlim: MWV Medizinisch Wissenschaftliche Verlagsgesellschaft; 2020. ISBN: 978-3-95466-509-9. Ela é editora e membro do conselho editorial das revistas "Cannabis and Cannabinoid Research" e "Medical Cannabis and Cannabinoids".

Wilson Lessa

Médico psiquiatra, graduado em Medicina pela Universidade Federal do Mato Grosso do Sul e especialista em Psiquiatria Forense pela Associação Médica Brasileira. Wilson Lessa é professor do Curso de Medicina da Universidade Federal de Roraima e da Universidade Federal da Paraíba, membro da International Cannabinoid Research Society (ICRS) e membro da Society of Cannabis Clinicians (SCC).

Alberto Ulloa

Médico psiquiatra pela Universidad Javeriana de Bogotá Colômbia. Professor no curso de pós-graduação em dependência da Universidade Luis Amigo, na cidade de Medellín. Ele trabalhou no Ministério da Saúde na Colômbia com o grupo de Saúde Mental. Psiquiatra da IPS Centro Cita de Saúde Mental e em seu consultório particular na clínica Medellin del Poblado. Ele começou a estudar sobre a cannabis medicinal em 2019 e atualmente acompanha os pacientes com esta ferramenta.

Paola Pineda​

Médica especialista em Direito médico pela Universidade Pontifícia Bolivariana e Mestre em HIV pela Universidade Rey Juan Carlos, Paola Pineda utiliza Cannabis como ferramenta terapêutica há oito anos e já auxiliou mais de 5.000 pacientes. É membro fundadora do grupo Curativa, na Colômbia, onde se dedica a pesquisar a planta da Cannabis, seu potencial terapêutico e possíveis sinergias com outras substâncias.

Mariano Garcia

Médico cirurgião graduado pela Universidade de Barcelona em 1979. Atuou por 38 anos como médico emergencista e Médico do Trabalho. Estuda e atua na área da Medicina Endocanabinoide há 17 anos.

Fundador da Kalapa Clinic em Barcelona, Espanha, a primeira consultoria médica da Europa especializada em Medicina Endocanabinoide.

Membro efetivo do Observatório Espanhol de C. Medicinal e membro fundador da Sociedade Clínica de Endocannabinologia (SCE).

Leandro Ramires

Médico cirurgião oncológico e mastologista, Mestre em Saúde da Mulher e câncer de mama pela Faculdade de Medicina da UFMG, ex-coordenador e atual Médico Preceptor da Residência Médica do Setor de Mastologia do Hospital das Clínicas da UFMG.

Prescritor de Cannabis para fins medicinais desde abril de 2014, possui ampla experiência no tratamento adjuvante de pacientes com epilepsia, autismo, dor crônica, Alzheimer, Parkinson, doenças autoimunes, câncer e em cuidados paliativos. Cultivador de Cannabis para fins medicinais com Salvo Conduto para seu filho Benício portador da Síndrome de Dravet.

Atualmente é Diretor Médico Científico da Ass. Bras. de Pacientes de Cannabis Medicinal (amame.org.br) e pesquisador Clínico.

Ricardo Ferreira

Médico especializado em Ortopedia e Traumatologia na Universidade Federal do Rio de Janeiro, acumula em sua carreira mais de dez títulos em sua área, dentre eles: Especialista em Ortopedia e Traumatologia pelo MEC, pela SBOT (Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia) e AMB (Associação Médica Brasileira); Membro Titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, e Sociedade Brasileira de Cirurgia da Coluna; Membro da Sociedade Norte Americana de Coluna (North American Spine Society – NASS), e Especialista em Coluna e Membro da AO Spine International, Especialista em DOR pela Sociedade Brasileira em Estudos da Dor e MBA em Gestão de Saúde na COPPEAD (Graduate School of Business – Federal University of Rio de Janeiro).

Ricardo Ferreira é um dos médicos pioneiros da Medicina Endocanabinoide no Brasil.

Vinicius Barbosa

Médico psiquiatra graduado em Medicina pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Residência médica em Psiquiatria pelo Serviço de Saúde Dr. Cândido Ferreira em Campinas e Fellow em Pedopsiquiatria com ênfase em Autismo e Esquizofrenias Precoces no Hospital de Ville Evrard em Paris, França. Professor convidado do curso de Extensão da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Unicamp. Vinícius Barbosa atualmente é Coordenador do Núcleo do Cannabis Medicinal do Hospital Sírio Libanês em São Paulo e realiza pesquisa com o uso de cannabinóides no Autismo.

Adán de Salas Quiroga

Biólogo, especialista em Neurobiologia. 

Mestre em Bioquímica, Biologia Molecular e Biomedicina na Universidade Complutense de Madrid.

Em 2017, recebeu o seu título de doutor pela Universidade Complutense, após o seu estudo sobre o papel do Sistema Endocanabinoide durante o desenvolvimento do cérebro embrionário de mamíferos e o impacto da exposição pré-natal a essa terapêutica. 

Atualmente, dedica-se a fornecer educação de alta qualidade aos profissionais e empresas de saúde sobre Medicina Endocanabinoide.

Franjo Grotenhermen

Médico, pesquisador e autor, é referência internacional na Medicina Endocanabinoide. É fundador da Internacional Association for Cannabinoid Medicines (IACM), co-fundador e presidente da sociedade alemã de Cannabis medicinal – Arbeitsgemeinschaft Cannabis als Medizin (ACM) e membro do conselho científico da Associação Alemã de cânhamo industrial – Cannabiswirtschaft.

Recentemente, sua biografia foi retratada no documentário The Doctor, amplamente premiado em festivais de cinema pelo mundo, antes mesmo de ir para as salas de exibição.

Patricia Montagner

Médica neurocirurgiã certificada pelo World Institute of Pain (WIP) para procedimentos minimamente invasivos em dor (Fellow of Interventional Pain Practive).

Diretora técnica da Clínica NeuroVinci, onde acompanha e trata mais de 2 mil pacientes utilizando a Medicina Endocanabinoide.

Fundadora da WeCann Academy, Comunidade Global de estudos em Medicina Endocanabinoide que já conta com mais de 1.500 médicos de vários países.

Host e idealizadora do WeCann Summit.

PREENCHA OS CAMPOS E TOQUE EM CONTINUAR